Minha experiência com o Cerazette 

      

Oi minha gente querida!

Hoje vim compartilhar com vocês minha experiência com o anticoncepcional Cerazette, que foi recomendação da minha obstetra.

ANTES de engravidar, eu usava o Gracial. Apesar de me sentir um pouco enjoada, todo dia, achava ótimo pelo resultado incrível em relação à minha pele! Eu não tive espinhas enquanto fiz uso dele, por quase 4 anos. Ele tem aquela pausa de 7 dias (onde eu “menstruava”) e retornava à tomar após este período. 

Bom, eu retirei os pontos da cesárea com 15 dias (foram apenas 3 pontos, pois na minha cicatriz foi utilizado cola cirúrgica)! Na ocasião, minha obstetra me perguntou qual método anticoncepcional eu queria fazer uso e eu falei: “pílula”, que foi o que eu sempre usei. Então ela me deu uma amostra do Cerazette, que é muito recomendado para quem amamenta, pois ele contém apenas progestagênio isolado e não transfere para o leite (nem altera sua qualidade e quantidade). Minha obstetra disse que, por esta razão, se eu esquecesse de tomar a pílula algum dia, eu deveria usar camisinha por pelo menos os próximos 8 dias (caso eu tivesse relação sexual neste período). Ela me falou também que o esquecimento da pílula poderia me dar o famoso “sangramento de escape”. Ah, o Cerazette é um anticoncepcional de uso contínuo, ou seja, não há pausa, então a mulher não “menstrua” .

Ela me falou que era para eu começar a tomar apenas quando a Rafaella completasse 2 meses, e assim o fiz. É muito comum lermos por aí que enquanto a mulher amamenta ela não ovula, mas isso não é verdade! Quantos relatos existem de mulheres que, mesmo amamentando, engravidaram? Vários!! Por isso é importante fazer uso de algum método anticoncepcional, seguindo sempre a orientação do seu ginecologista/obstetra.

Pois bem, quando a Rafaella completou 2 meses eu parei de tomar os polivitamínicos e poliminerais que eu tomei por toda a gravidez e passei a tomar o Cerazzete. Achei fraco, especialmente se comparado ao Gracial, rs. Minha pele começou a encher de espinhas. Mas isso varia conforme o organismo. 

Quando a Rafaella completou uns 5 meses, eu decidi parar de tomar o Cerazette, sem consultar ninguém, por uma única razão: eu queria que meu corpo voltasse a funcionar naturalmente. Eu queria saber se estava tudo certo comigo após a cesárea, afinal de contas, 7 camadas do meu corpo foram cortadas, rsrs. Enfim, eu queria voltar a menstruar naturalmente. Para mim era muito importante o meu corpo mostrar que estava tudo bem, e a menstruação voluntária era este sinal. 

Quando a Rafaella completou 9 meses, lá veio ela: a menstruação! Fiquei radiante e feliz! Rs… Ah, durante o período que interrompi o uso do anticoncepcional, eu e o Rafael usamos camisinha, claro! Não pretendemos engravidar novamente por enquanto!

Aí no dia que a menstruação veio, eu voltei a tomar o Cerazette. Dois meses após o uso eu comecei a ter o famoso sangramento de escape, mesmo sem ter esquecido de tomar a pílula nenhum dia. Fiquei 8 dias sangrando continuamente, com fluxo intenso. Achei muito estranho e parei de tomar novamente. Dois dias depois que parei, o sangramento cessou. Então estou novamente sem tomar pílula. 

Ah, vale ressaltar que o Cerazette não ajudou em nada na minha pele. Tive muitas espinhas durante o uso dele. 

A Rafaella está com 1 ano recém completado e eu marquei outra ginecologista (só consegui vaga em dezembro, ou seja, daqui dois meses). Por hora cessei o uso do Cerazette e estamos nos prevenindo com camisinha, pois achei bem estranho um sangramento tão intenso, por tantos dias, mesmo sem esquecimento. 

Quando eu me consultar, volto a dar notícias sobre o assunto e, se a nova gineco me recomendar outro anticoncepcional, venho compartilhar com vocês a experiência!  

Bjobjoooo

MINHA RECUPERAÇÃO PÓS CESÁREA (RESGUARDO)

Oi genteeeee,

Hoje o vídeo é contando detalhes da minha recuperação pós-cesárea, pois muitas de vocês tem me perguntado e pra mim é um prazer vir aqui compartilhar mais essa experiência! A Rafaella está com 24 dias, então ainda estou no meu período de resguardo (dura 40 dias), mas adianto que está tudo correndo muito bem… eu nem lembro que fiz uma cirurgia, de verdade. Massss já falei bastante no vídeo então vou poupar palavras por aqui, rs!

Observação importante: não estou aqui para discutir sobre os tipos de partos, pois esta escolha é muito pessoal para alguém querer interferir. Então me limito a compartilhar a MINHA experiência.

Aperte o play: