Meus cuidados com a cicatriz da cesárea

Oi minha gente querida,

Vim compartilhar com vocês os cuidados que tive/tenho com minha cicatriz da cesárea. Vou começar pela dúvida geral: “Qual o tamanho do corte e onde ele é feito?”. Minha cicatriz mede 10,5cm de uma extremidade à outra. Ela fica exatamente 2 dedos (deitados) abaixo da linha do biquíni. Outra coisa que também sempre me perguntam é se fica a marca dos pontos na cicatriz e a resposta é: depende. Cada caso é um caso. No MEU caso, não. Minha cicatriz é bem fina e bem retinha. Eu levei apenas 3 pontos aparentes (que são interligados internamente, um em cada extremidade e um ponto no meio do corte). O corte foi fechado com cola cirúrgica e não com pontos, por isso não tenho marcas pontilhadas.

Eu gostaria muito de tirar um foto e mostrar para vocês, porque sei que muita gente tem curiosidade mesmo (eu tinha), mas realmente não vou me expor desta forma porque a gente nunca sabe quem está aí do outro lado, infelizmente! MAS depois de muito procurar eu encontrei uma foto na internet com uma cicatriz idêntica à minha, a única diferença é que minha está mais avermelhada do que esta (e a minha é mais embaixo do que esta):

Foto extraída da internet
Foto extraída da internet

Outro detalhe importante é que você perde a sensibilidade da pele em volta da cicatriz por uns bons meses. Só hoje, 1 ano depois, que estou quase 100% em relação à isso, mas antes eu passava a mão e não sentia o atrito da mão na pele. Mas este é outro fator que varia de mulher para mulher.

CUIDADOS COM A CICATRIZ

Durante minha estadia no hospital e por mais 2 dias em casa (ou seja, 4 dias) eu usei um micropore por cima da cicatriz. Fiquem tranquilas que o micropore não gruda na cicatriz, haha! Eu tinha aflição e morri de medo quando a enfermeira veio trocar pela primeira vez mas não dói nada. A limpeza era feita com gaze embebida em álcool 70% (por cima do micropore) e no banho com sabonete neutro. Precisava secar bem direitinho. Após estes 4 dias a recomendação foi não usar mais o micropore, mas continuar com a limpeza da mesma forma. Esses foram os cuidados que eu tive por 15 dias, até tirar meus pontos (a retirada dos pontos depende do seu obstetra. Alguns tiram mais cedo e outros mais tarde). E fica tranquila porque NÃO DÓI NADA retirar estes pontos. Quando vc vê já está sem! Não dói.

Imagem extraída da internet
Exemplo de micropore (Imagem extraída da internet)

Bom, tirando isso eu não fiz mais nada por vários meses. Não comecei os cuidados com a cicatriz logo após a cirurgia simplesmente por não ter sido orientada para isso! Minha obstetra não me passou nenhuma pomada, nenhuma orientação, nada. Como estava caminhando tudo bem, eu também não me atentei para isso, rs.

Mas quando passaram-se uns 8 meses eu comecei a achar estranho minha cicatriz continuar avermelhada, como no início. Ela não voltava ao tom da minha pele, permanecia avermelhada. Pesquisei e li que é normal, mas que poderia melhorar com ajuda de pomadas cicatrizantes. Então pesquisei na internet e vi muitas recomendações de várias pomadas de cicatrização, entre elas a Contractubex. Tem outras mais recomendadas, porém muito mais caras. Como sempre, escolhi uma que cabia em meu orçamento.

IMG_1480 IMG_1483 IMG_1486

Ela é transparente e tem um aspecto aguado, não chega a dar liga. Segui a recomendação da própria bula (usar de 2 a 3 vezes por dia, friccionando contra a cicatriz até completa absorção) e achei o resultado incrível (o Rafael também ficou impressionado)!!! Em uns 3 dias de uso eu já notei uma baita diferença no aspecto avermelhado da cicatriz. Embora bem cicatrizada, ela ficou um pouco em relevo (mas não é queloide). Com o uso do Contractubex ela abaixou e começou a clarear. Ainda está avermelhada, mas nada comparado com antes.

Então o quanto antes você se preocupar em cuidar da sua cicatriz e passar uma pomada, acredito que mais cedo ela vai ficar 100% em relação ao aspecto.

É isso meninas! Espero ter contribuído com o assunto de alguma forma compartilhando minha experiência! E você que fez cesárea, como está sua cicatriz e quais cuidados você teve e tem até hoje? Deixe aqui nos comentários o seu relato para que possamos ajudar quem vai passar pela experiência!

Bjobjooooo

Minha experiência com o Cerazette 

      

Oi minha gente querida!

Hoje vim compartilhar com vocês minha experiência com o anticoncepcional Cerazette, que foi recomendação da minha obstetra.

ANTES de engravidar, eu usava o Gracial. Apesar de me sentir um pouco enjoada, todo dia, achava ótimo pelo resultado incrível em relação à minha pele! Eu não tive espinhas enquanto fiz uso dele, por quase 4 anos. Ele tem aquela pausa de 7 dias (onde eu “menstruava”) e retornava à tomar após este período. 

Bom, eu retirei os pontos da cesárea com 15 dias (foram apenas 3 pontos, pois na minha cicatriz foi utilizado cola cirúrgica)! Na ocasião, minha obstetra me perguntou qual método anticoncepcional eu queria fazer uso e eu falei: “pílula”, que foi o que eu sempre usei. Então ela me deu uma amostra do Cerazette, que é muito recomendado para quem amamenta, pois ele contém apenas progestagênio isolado e não transfere para o leite (nem altera sua qualidade e quantidade). Minha obstetra disse que, por esta razão, se eu esquecesse de tomar a pílula algum dia, eu deveria usar camisinha por pelo menos os próximos 8 dias (caso eu tivesse relação sexual neste período). Ela me falou também que o esquecimento da pílula poderia me dar o famoso “sangramento de escape”. Ah, o Cerazette é um anticoncepcional de uso contínuo, ou seja, não há pausa, então a mulher não “menstrua” .

Ela me falou que era para eu começar a tomar apenas quando a Rafaella completasse 2 meses, e assim o fiz. É muito comum lermos por aí que enquanto a mulher amamenta ela não ovula, mas isso não é verdade! Quantos relatos existem de mulheres que, mesmo amamentando, engravidaram? Vários!! Por isso é importante fazer uso de algum método anticoncepcional, seguindo sempre a orientação do seu ginecologista/obstetra.

Pois bem, quando a Rafaella completou 2 meses eu parei de tomar os polivitamínicos e poliminerais que eu tomei por toda a gravidez e passei a tomar o Cerazzete. Achei fraco, especialmente se comparado ao Gracial, rs. Minha pele começou a encher de espinhas. Mas isso varia conforme o organismo. 

Quando a Rafaella completou uns 5 meses, eu decidi parar de tomar o Cerazette, sem consultar ninguém, por uma única razão: eu queria que meu corpo voltasse a funcionar naturalmente. Eu queria saber se estava tudo certo comigo após a cesárea, afinal de contas, 7 camadas do meu corpo foram cortadas, rsrs. Enfim, eu queria voltar a menstruar naturalmente. Para mim era muito importante o meu corpo mostrar que estava tudo bem, e a menstruação voluntária era este sinal. 

Quando a Rafaella completou 9 meses, lá veio ela: a menstruação! Fiquei radiante e feliz! Rs… Ah, durante o período que interrompi o uso do anticoncepcional, eu e o Rafael usamos camisinha, claro! Não pretendemos engravidar novamente por enquanto!

Aí no dia que a menstruação veio, eu voltei a tomar o Cerazette. Dois meses após o uso eu comecei a ter o famoso sangramento de escape, mesmo sem ter esquecido de tomar a pílula nenhum dia. Fiquei 8 dias sangrando continuamente, com fluxo intenso. Achei muito estranho e parei de tomar novamente. Dois dias depois que parei, o sangramento cessou. Então estou novamente sem tomar pílula. 

Ah, vale ressaltar que o Cerazette não ajudou em nada na minha pele. Tive muitas espinhas durante o uso dele. 

A Rafaella está com 1 ano recém completado e eu marquei outra ginecologista (só consegui vaga em dezembro, ou seja, daqui dois meses). Por hora cessei o uso do Cerazette e estamos nos prevenindo com camisinha, pois achei bem estranho um sangramento tão intenso, por tantos dias, mesmo sem esquecimento. 

Quando eu me consultar, volto a dar notícias sobre o assunto e, se a nova gineco me recomendar outro anticoncepcional, venho compartilhar com vocês a experiência!  

Bjobjoooo

Recebidos (Baby Jolie Paris, Primo Passi e presentes)

image1

Oi gente querida,

Hoje viemos compartilhar com vocês o que recebemos na Caixa Postal na segunda quinzena de Maio. Recebi um presente da seguidora Suzana (obrigadaaa!!!) e um presskit das marcas Primo Passi e Baby Jolie Paris, que está chegando no Brasil. A Baby Jolie está trazendo para o Brasil a sua linha de bolsas e malas maternidade. Elas são confeccionadas 100% em couro ecológico e acompanham trocador.

Já a Primo Passi chega com produtos práticos para o dia a dia. Tem babador de silicone divertido, colher dosadora de silicone para papinha, livre de BPA e o destaque da marca: termômetro sem contato que além de aferir a temperatura do bebê também pode ser usado para medir a temperatura da água do banhoi, da papinha, do ambiente, além de avisar se o bebê está febril.

Os produtos podem ser encontrados na BebeStore e em breve nas melhores lojas de todo o país.

Mostrei também alguns presentes que a nossa parceira, Tricae, enviou para a Rafaella. Um mooooonte de coisas bacanas! Não se esqueçam que somos parceiros da Tricae, a maior loja online de artigos infantis (e adultos). Clique aqui usar nosso código ED10 e ter 10% de desconto nas compras.

APERTE O PLAY: