PLANEJANDO A GESTAÇÃO

Oi gentee!

Hoje venho compartilhar com vocês sobre algumas decisões práticas que tomei, ainda em 2013, antes de tentar engravidar agora em 2014!

No ano passado, o Rafa e eu decidimos que agora em 2014 teríamos nosso primeiro bebê (é claro, nós decidimos mas é Deus que sabe quando este sonho irá se realizar, rs). Acontece que eu não estava fisicamente preparada para isso. Sim, nós mulheres precisamos nos preparar para este momento, pois nosso físico e hábitos alimentares influenciam diretamente na qualidade da gestação e no desenvolvimento do bebê.

Primeira decisão: emagrecer

Eu precisava emagrecer. Tenho 1,59m de altura (sou baixinha, hihi) e estava pesando 64kg (pasmem). Não queria engravidar acima do peso, senão depois ia ser muito mais difícil perder, concordam? Então em janeiro de 2013 fomos à nutricionista (eu e ele, que também precisava perder uns quilinhos, rs) e fizemos uma reeducação alimentar. Em junho de 2013 (seis meses depois) eu já tinha alcançado meu objetivo, que era perder 11kg (ou seja, pesar 53kg, meu peso ideal). Aqui cabe uma observação: emagreci muito rápido porque eu sempre fui magrela, sempre pesei 50kg. Só comecei a engordar depois do casamento. O Rafa também, sempre foi magrelo. Ele perdeu 12kg. De junho até hoje estamos apenas mantendo nosso peso. Olhem o antes e depois:

post2

Segunda decisão: Atividade Física

Na adolescência eu era muito ativa. Fiz jazz por oito anos e amava. Quando sai da dança, aos 16 anos, nunca mais fiz atividade física.  Gente, eu simplesmente virei uma sedentária de carteirinha. Era só falar em academia que eu declarava: “Prefiro ficar sem comer do que ir pra academia”. Era uma guerra declarada, rs. Quando fui à nutri, já avisei que não iria fazer atividade física, rs. Ocorre que em outubro de 2013 algum bichinho me picou e eu simplesmente acordei querendo caminhar. Sim, o milagre aconteceu, rs. Comecei a caminhar, fui evoluindo pra corrida e em um mês, praticando caminhada e corrida t-o-d-o-s os dias, eu já conseguia correr 5km. O início foi muito difícil, minha perna formigava, eu me coçava toda, kkkk, minha pressão baixava e eu tinha vontade de desmaiar, mas aos poucos eu consegui avançar. Resultado: em dezembro de 2013 eu participei da minha primeira corrida de rua de 5km: Circuito Light Rio Antigo. Nós já estávamos com a viagem marcada (férias) e meu marido (ele sempre malhou e correu) pesquisou uma corrida no período da viagem e achou essa. Fez nossa inscrição e olha, foi sensacional. Um dia falo mais sobre isso. O que isso tem a ver com gravidez? Tudo né, preciso estar forte, bem de saúde e disposta para carregar minha barriga, kkkk. Ah, me matriculei na academia e estou indo direitinho, uhuu.

Bom pessoal, estas foram as primeiras duas decisões básicas que eu considerei importantes para o projeto gestação, rs. A maneira como nos enxergamos influencia diretamente na nossa auto-estima, por isso considero estes dois quesitos relevantes. Não quero ser uma grávida cheia de minhocas na cabeça e com baixa auto-estima. Quero estar bem comigo mesmo neste momento tão mágico e especial na vida de todas as mulheres. Observação: Nada contra quem está acima do peso e é sedentária engravidar, mas EU não quis que fosse assim COMIGO.

No próximo post sobre pré-gestacional vou falar sobre a consulta na ginecologista, todas as dicas que ela me deu e todos os exames que fiz.

E você, o que fez quando decidiu engravidar? Me contaaaa! Ah, e segue a gente no Instagram: @roseaneguimaraes e @rafaelguimaraes28

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s